Seguidores

terça-feira, 27 de setembro de 2011

A CADA DIA SUA ALEGRIA!...


A CARINHA DE TERÇA FEIRA






Dedicado a meu amigo  Carlito  Lima,um jovem senhor de setenta anos que faz da vida uma oração de felicidade.

Só se anda com as pernas
Só se come comida
Só se lembra o passado
Só se vive uma vida.
                                Millôr

Li que hoje é o dia do idoso,mas,quer saber,acho isso uma redundância.
Você ,não?
Para alguém que já conquistou o direito de passar dos sessenta,criou os filhos,teve a vida adulçorada  pelos netos e ainda continua amando a vida apesar dos percalços – ou por causa deles,pois o que não me mata me fortalece – todo dia é dia de alegria.
À beira de setentear é assim que encaro o meu dia a dia,as minhas rotinas.
Como essa de sentar aqui e sacanear o PC que insiste em por aqueles ridículos tracinhos vermelhos sob as palavras que invento.Parece o Código Hayes de sinistra memória que passava a faca em quase todos os filmes americanos dos anos 50.
Enfim,como essa máquina demoníaca foi inventada lá...
Tive uma vida trabalhosa e atribulada como todo mundo; muitas batalhas vencidas,algumas perdidas,mas,se cheguei até aqui é porque sou uma vencedora.Você,também,querido/ querida que está neste justo momento lendo essas mal traçadas.
Estamos quase sendo contemplados com a imortalidade.Quando eu tinha quinze primaveras,o Brasil era um país de jovens.As  mulheres  quarentonas eram consideradas velhas,cobriam-se de preto e davam para freqüentar igrejas e padrecos.As setentonas de hoje vestem-se de vermelho,enfeitam-se,passeiam,vão á praia de bikini,e dão para baladas e shows de humor e música.
.Nada de rezar para crucifixos mudos e surdos nos altares;algumas preferem uma bela cruz de ouro no colo ainda não devastado pela flacidez.
Muitos chegam ao centenário
Diferente,né?
Melhor,eu acho...
Bom,não desconheço que existem idosos que ,em vez de vinho,viram vinagre no fim da vida;vêem chatices em tudo.Reclamam de tudo.Implicam com tudo.
“A cada dia,sua agonia” repetem compungidamente como se detivessem a verdade universal.
Pois é,eu digo que esses,coitados,estão desperdiçando seu patrimônio de alegria e tolerância.Não mereceram essa vida a mais   que receberam de presente.
Você não acha?

                   Charges




DITADOS POPULARES EM TROVAS

Ó meu pai, casa-me logo,
Enquanto sou rapariga:
O milho plantado tarde
Nunca produz boa espiga.


A maré quando enche e vaza,
Deixa a terra descoberta...
Vai-se um amor e vem outro;
Nunca vi coisa tão certa.


O direito do anzol
É ser torto e ter barbela,
O direito do rapaz
É casar com uma donzela.



Toda desgraça do homem
É falar fino e esmorecer,
Larga a muié e mora perto,
Prá todo dia ela ver.



Outra, certeira como uma flecha, tem origem no Nordeste:
O homem que bebe e joga,
Mulher que erra uma vez...
Cachorro que pega bode,
Coitadinhos deles três!...


Duvido haver como este
Um ditado mais profundo:
Dinheiro e mulher bonita
É quem governa este mundo.








                                              quadrinhos






6 comentários:

  1. Passar aqui é garantir risadas boas! beijos,tudo de bom,chica e saudades!!!

    ResponderExcluir
  2. Garota,estou trovando a interface do blog,mas,logo ,logo estará tudo bem. bjks

    ResponderExcluir
  3. "Fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo: Nem ele me persegue, nem eu fujo dele, um dia a gente se encontra...." de Mário Lago.

    Eu tô mais ou menos assim.

    Abração, minha amiga. Paz bem.

    ResponderExcluir
  4. Conhecer alguém aqui e ali…

    Um beijo da Nita. Hoje de bom entardecer!

    ResponderExcluir
  5. Ah,eu acho isso ótimo,Nita.
    Apareça sempre. bjks

    ResponderExcluir